A melhor ração para gatos: seca ou húmida? | A Nossa Vida

A melhor ração para gatos: seca ou húmida?

A alimentação é um dos aspetos mais importantes na vida de um gato, pois vai determinar o seu bem-estar e longevidade. No entanto, muitos donos de animais de estimação têm muitas dúvidas sobre o que é melhor para os seus felinos: ração seca ou ração húmida. Descubra qual é a melhor ração para gatos - seca ou húmida - e escolha a mais apropriada para o seu amigo de quatro patas.

Os gatos enquanto animais carnívoros

Ao passo que os cães conseguem digerir proteínas vegetais e animais, os gatos são carnívoros e precisam de carnes à base de músculo (taurina de aminoácidos) nas suas dietas. Contudo, eles não conseguem digerir os restos de comida que muitos donos lhes dão e os fiambres, chouriços e/ou carnes processadas - que eles tanto adoram pelo cheiro que exalam -, podem prejudicar a sua saúde devido à quantidade de especiarias que apresentam.

Os legumes e os produtos vegetais devem ser um complemento para a dieta e definitivamente não a sua base, até porque os gatos têm um sistema digestivo curto que não está preparado para digerir a celulose que habitualmente se encontra em alguns alimentos e plantas.

De uma forma geral, os alimentos húmidos com o ingrediente principal sendo carne ou peixe, oferecem uma refeição melhor adaptada às necessidades alimentares de um gato. Mas isso não significa que os alimentos secos sejam maus ou piores que os demais porque muitos deles são melhores que alguns alimentos enlatados de fraca qualidade.

A ração seca para gatos

A ração seca ou granulada é muitas vezes preferida pelos donos de animais de estimação pelo facto de ser mais prática e conveniente. Basta abrir a embalagem de comida, despejar duas vezes ao dia a ração para a tigela do gato na porção adequada e já está!

As rações secas também contêm menos ingredientes artificiais - graças ao processo de secagem que mantém as propriedades nutricionais dos ingredientes -, sendo que os hidratos de carbono representam apenas 5% da dieta de um gato (nas comidas secas de baixa qualidade esta percentagem poderá ser maior, o que é muito prejudicial à saúde do gato).

Além disso, a ração seca é mais em conta em termos económicos quando comparada com as demais, tem um grande impacto na higiene bucal do animal (retira a placa dentária e diminui a probabilidade de doenças das gengivas) e não exige grandes preocupações de limpeza no que diz respeito aos recipientes aonde é colocada.

Desidratação

Quando os gatos caçavam as suas presas na natureza, elas tinham cerca de 70% em água. Atualmente, as rações secas têm, em média, 10% de água. Isto significa que as dietas baseadas em alimentos secos não oferecem água suficiente aos gatos. Deste modo, os companheiros de quatro patas podem ficar bastante desidratados, o que contribui para graves problemas de saúde como insuficiência renal crónica e cristais urinários.

Segundo alguns veterinários especialistas, os gatos que têm uma alimentação baseada em ração seca precisam de beber muita água e no tempo quente ainda mais, daí a importância de terem sempre à sua disposição uma tigela com água fresca.

Diabetes e obesidade felina

Os gatos que têm uma dieta baseada em ração seca são mais propensos a sofrer de diabetes e de obesidade que os gatos que têm uma dieta à base de rações húmidas. Isso acontece devido aos elevados níveis de hidratos de carbono que se encontram nos alimentos secos. Doseie sempre a porção de ração que serve ao seu bichano em vez de lhe encher a tigela da comida, pois assim evitará que ele esteja a comer desnecessariamente - quando a ração é de fraca qualidade o animal come mais até se sentir saciado.

A ração húmida para gatos

As rações húmidas são, normalmente, as refeições enlatadas destinadas a gatos e são constituídas por diversos aromas, paladares e vários alimentos (carne, peixe, legumes, vegetais, entre outros).

A ração húmida contém mais água que a ração seca e isso vai ajudar a irrigar o organismo de um gato. Num habitat natural, a água está presente na comida (carnes frescas) e é por isso que a introdução de uma ração húmida na dieta de um animal é mais natural para o seu pet. Os gatos que têm uma alimentação baseada em ração húmida precisam de consumir apenas um terço da água dos animais que adotam outro tipo de dieta. No entanto, continua a existir a necessidade de disponibilizar água limpa e fresca para o gato beber assim que desejar.

A ração húmida é mais cara que as demais, mas não é melhor que a ração seca na alimentação de um gato, pois uma ração húmida barata e de pouca qualidade não é melhor que uma ração seca e de qualidade superior.

Escolha uma comida de gato premium

Independentemente de escolher uma ração húmida ou ração seca para o seu gato, deverá optar sempre por uma comida de gato premium com ingredientes de qualidade para que ele cresça de uma forma saudável. O custo inicial mais elevado será compensado a longo prazo pela redução dos custos com o veterinário e com a diminuição de vários problemas de saúde na vida do animal.

Leia também...