Cultivar as amizades depois do casamento

Grupo de amigos

Juntar os trapinhos é, como todos nós sabemos, sinónimo de juntar famílias e também amigos. Com uma nova vida a dois pela frente, é fácil criar distâncias com amigas e amigos, pelos mais variados motivos. Não deixem que isso aconteça! Tão importante como a harmonia familiar, é a vida social de marido e mulher, juntos e separados.

Amizades duradouras

Sempre pensaram que nunca iriam sobreviver sem a companhia diária dos vossos melhores amigos, só que agora, três é de mais! Ou não? Só porque deram o nó, não quer dizer que não possam manter os vossos melhores amigos por perto. Podem e devem! Continue a marcar aquele almoço seguido de shopping que faz com a sua amiga uma vez por mês; ou o passeio de ciclismo que costuma fazer com o seu amigo de infância. É também importante promoverem saídas de mulheres e de homens, para que ambos possam passar tempo de qualidade com os seus amigos. No entanto, é igualmente importante determinarem quando e com que frequência é que esses encontros vão acontecer – não vá um de vocês passar a estar em casa sozinho três noites por semana. Conversem e combinem, sem pressões, mas façam saber um ao outro quais as vossas expectativas e estejam preparados para, de vez em quando, ceder.

Solteiros e fabulosos

Os recém-casados e, no fundo, qualquer casal, tendem a relacionar-se mais com outros casais – há sempre um número par de pessoas, criando um ambiente mais confortável; e a dinâmica de relacionamentos entre todos é curioso e interessante de observar. No entanto, embora isto seja normal e saudável, não se esqueçam dos vossos amigos solteiros. As coisas podem não ser como antes – alguns vão manter-se distantes, olhando-vos com algum ciúme uma vez que os “trocaram” ou porque representam algo que eles não têm; mas outros querem apenas a oportunidade de fazer parte da vossa vida, mesmo a dois. Para além de continuarem a sair com eles (sem maçá-los muito com a vida de casado!) procurem inclui-los sempre nos vossos jantares e festas. Claro que, por mais que tentem, alguns amigos podem realmente distanciar-se e para sempre. Se isto acontecer, não têm de se sentir culpados, até porque as verdadeiras amizades não serão afectadas por um acontecimento tão bonito como o vosso casamento.

Os amigos dele e dela

Certamente que já conhecem grande parte dos amigos de um e de outro, e eles, conhecem-se entre si? Como juntar dois grupos de amigos distintos? Devem fazê-lo? Como decidir quem convidar e quando? Qual é o grupo privilegiado ou passam o mesmo tempo com ambos? São todas boas questões e é crucial que arranjem tempo para estar com ambos os grupos de amigos, até porque nenhum é melhor do que o outro. Como esposa, sabe perfeitamente o que significam para o seu marido os seus amigos de longa data e vice-versa. Claro que haverá sempre uma ou outra pessoa com a qual não simpatiza particularmente, mas também não vai ser obrigado a estar com ela todos os dias. Mesmo que não os conhecem todos, não há melhor altura para começar a fazê-lo do que agora. Organizem um jantar de inauguração da vossa nova casa e convidem ambos os grupos, será uma excelente forma de todos se conhecerem e quem sabe que laços de amizade podem daí surgir. E não se esqueçam dos solteiros… podem até estar a preparar o cenário perfeito para conhecerem outro solteiro!

Novas amizades

Para além de cultivar e manter vivas as amizades que ambos têm com os seus melhores amigos, também é importante que os recém-casados façam novas amizades, em conjunto. Os amigos mútuos podem surgir das mais variadas situações – uma viagem, um curso, do ginásio, no novo emprego – e são tão importantes na sua vida social como as velhas amizades. Já ouviram falar de alguém que tivesse amigos a mais? Pois, foi o que nós pensamos…

Média: 4.7 (6 votos)

Artigos relacionados

Olá! Eu tenho um gato com 3,5 anos um bocado brutinho. Uma amiga minha emigrou e pediu-me para ficar com a gata dela que é super meiga e tem 8 anos....
Voces como preferem passar as vossas férias? Com um grupo de amigos? Com familiares? Ou só a dois? Quando falo em férias não são só as tipicas férias...
Estou destroçado, os meus melhores amigos separaram-se, íam casar para o ano, já tavamos a tratar dos preparativos todos, e agora separaram-se, tudo...
ADOROOO os meus caezinhos são uma maravilha e uma compainha excelente, fieis e amigos mas como quem os tem sabe, dão bastante trabalho,...
Estou no último ano do Secundário e por vezes dou por mim a pensar que tenho poucos amigos, praticamente nenhuns (o que, sinceramente, me entristece...