Como sobreviver à tristeza pós-dia do casamento

Usualmente a festa de casamento é planeada com muita antecedência, é um projeto construído, mais ou menos a dois; porém ela acaba e logo depois da lua-de-mel por vezes surge uma sensação de tristeza por tudo já ter terminado. Existem formas de evitar o sofrimento que advém da depressão pós-casamento.

A lua-de-mel já acabou, as fotografias do casamento já chegaram, o vestido de noiva já foi para a lavandaria, tudo já está pago e conferido… Surge a sensação de que algo bonito e emocionante acabou, o que pode ser avassalador. Porém isto não significa que deixaram de estar apaixonados um pelo outro! Isto é apenas uma fase.

O período de tempo em que ambos antecipam o grande dia do casamento cria expectativas e ansiedade, independentemente do tipo de casamento que planearam. O planear de um casamento dá ao casal um objetivo, um plano de trabalho e muitas emoções (umas vezes mais divertidas, outras vezes mais tensas), mas nunca podem dizer que é um período de tempo aborrecido.

Normalmente o que acontece é que quando tudo termina, parece que já não há nenhum objetivo tão iminente em comum. A lua-de-mel finda e por vezes começam a trabalhar logo no dia seguinte, levando à sensação que diz: afinal qual foi o objetivo disto tudo, se tudo já passou; e associado a esta sensação vem um desgaste emocional. Mas... e a vida a dois que sucede a partir daqui? Há que manter a vida em perspetiva. Na verdade, vocês nunca conseguiriam manter-se em tal tensão e em torno de tanto planeamento para sempre.

Esta sensação varia muito de casal para casal e mesmo de homem para mulher. Se ambos, ou algum de vocês, se sentir desgastado emocionalmente, com a sensação de que nada valeu a pena, ou de que a vida vai ser muito aborrecida, até mesmo sem uma perspetiva futura tão boa; relaxem, e deixem passar algum tempo. Rapidamente perceberão que a vida de casados começará a ter uma dinâmica própria e que o dia do casamento será algo bom de recordar.

O dia do casamento será fundamental para recordarem o que ambos conseguem quando têm em mãos um projeto a dois, e também para recordarem o quanto se sentiram especiais nesse dia, mantendo na vossa vida a sensação de que existem dias especiais e que poderão ter muitos mais, é só quererem.

É necessário que se ajudem nesta fase, que conversem sobre o que sentem, e que tomem uma atitude em relação a essas sensações. Se estão com saudades do dia do casamento, então porque não prometerem que vão incluir momentos na vossa vida em que se sintam especiais? Estes momentos especiais poderão proporcionar à vossa vida a dois substância; ajudam a atenuar o foco da vida apenas num dia passado, e apoiam uma relação focalizada em ambos e na paixão que vos une.

Conservem momentos especiais na vossa vida, como fins-de-semana românticos, jantares, passeios, sessões de cinema, etc. Sejam criativos e planeiem atividades em conjunto. Aproveitem o processo de planeamento que praticaram para o dia do casamento, e usem-no. Porque não planearem jantares para a família ou amigos? Afinal para que serviu o serviço de jantar que a tia ofereceu? Recordem as pessoas que estiveram presentes no dia do vosso casamento e não percam o contacto com elas; convidam-nas e vão visitá-las: mantenham o vosso dia de casamento presente.

Tenham presente a vossa lua-de-mel: passeiem, visitem novas coisas e locais, aproveitem a cultura, as paisagens, independentemente do dinheiro, o que interessa é o espírito com que fazem e planeiam as coisas.

Delineiem o primeiro aniversário de casamento: um dia ou um fim-de-semana especial, quer seja num spa a fazerem massagens juntos ou umas férias, planeiem tudo ao detalhe, mas sempre em conjunto, mantendo o espírito do dia do casamento vivo.

Resumindo: é importante que se dêem um tratamento especial de vez em quando, que se sintam especiais como casal, namorem, e mantenham projetos em conjunto.

No final de tudo, não se esqueçam que existem fotografias, talvez um vídeo, e muitas memórias bonitas do dia do casamento, que não se esquecem, e que sempre que tiverem saudades poderão ver o vídeo juntos, ou olhar e comentar as fotografias de um dia tão especial para ambos.

Leia também...