Como saber se o homem está a trair

Mulher a ser traida pelo homem

Uma “facadinha no casamento” é uma expressão infelizmente utilizada e praticada por alguns homens. O tema da traição surge desde as revistas cor-de-rosa que anunciam que a mais famosa celebridade casada foi apanhada em flagrante delito com a babysitter dos seus filhos até à amiga mais íntima que partilha a tristeza por ter descoberto que o marido afinal não era assim tão fiel quanto julgava. Quando tudo isto surge, mesmo que sem motivos aparentes, uma mulher pode começar a pensar que também o seu marido a poderá trair. Mas afinal quais são alguns dos indícios mais flagrantes que podem indicar que um marido está a ser infiel?

Ele não deixa que ninguém toque no seu telemóvel ou computador.

Actualmente, a forma mais eficaz para apanhar os maridos que traem é através das novas tecnologias, especialmente através do telemóvel (chamadas feitas, chamadas recebidas e mensagens) e do computador (históricos de conversas nos chats, messenger, sites de encontros e e-mails comprometedores). Por isso, se o seu marido não a deixar sequer chegar perto do telemóvel, ficar com ar de pânico quando – nem que seja inocentemente – lhe mexer no computador –, ou já não lhe der as passwords que antigamente lhe costumava dar, então pode começar a estar mais atenta.

Ele chega a casa com um cheiro diferente.

Vocês dormem juntos e certamente reconhece o cheiro do seu marido. Se ele ao final do dia chegar com um cheiro distinto, ou mesmo se chegar a casa mais cheiroso do que quando saiu, isto só pode significar que ele tomou banho noutro sítio. Quando o seu instinto odorífico lhe segredar que há cheiro no ar, então está na hora de começar a estar atenta.

Começa a produzir-se mais.

Este sinal por vezes passa despercebido. Ele anda mais perfumado, sempre com a barba feita, passa a comprar roupa nova mais frequentemente, começa a estar mais tempo no ginásio… Se sente que esta atitude não tem qualquer explicação razoável, então ele poderá andar a pôr-se mais atraente para uma outra mulher.

Nada mais o chateia.

Se antes ele era muito temperamental e agora anda muito calmo e até muito feliz, sem motivo aparente, então as sessões de sexo fortuito poderão ter muito a ver com o facto, pois o sexo acalma muito dando uma sensação de relaxamento.

Ele começa a ser mais desconfiado.

Se usualmente o seu marido é uma pessoa que não costuma demonstrar desconfiança, e de repente começa a ter atitudes de querer saber onde é que anda a toda a hora, mostrando-se desconfiado, então este comportamento pode significar que para ele, como está a ter um caso e não está a ser descoberto, então você poderá estar a ter o mesmo comportamento.

Começa a dar respostas rebuscadas demais.

Se começar uma conversa até então normal como: “Como foi o teu dia?” e ele responder com uma história demasiada rebuscada como não é costume; e quando lhe perguntar detalhes ele começar a fugir às questões, começando ou a ficar irritado ou a mudar de assunto, isto pode significar que apesar de ele já ter uma resposta preparada, quando se mente nunca se pensa em tudo, e ser exposto pode ser algo de muito enervante, levando-o a fugir da situação com raiva ou evasão.

Gasta mais dinheiro e não é capaz de o justificar credivelmente.

Por vezes ter um caso amoroso extraconjugal implica gastos elevados. Ele pode deixar de lhe permitir o acesso aos extractos do cartão de crédito como costumava fazer ou mesmo tentar escondê-los. Se notar que os custos do seu companheiro aumentaram e ele não os consegue justificar ou que lhe está a tentar negar o acesso aos extractos bancários então isso pode significar que está a gastar as poupanças com outra.

Já não está tão interessado no sexo.

Se ele deixar de ter interesse sexual em si sem motivo aparente, isto pode ser um grande “Acorde!” para o facto de ele poder estar a ter um caso. Contudo, se ele estiver a ter um caso, não significa que a vida sexual abrande, pois nem sempre os casos extraconjugais acontecem por puro interesse sexual: por vezes ele poderá apenas estar mal com outros aspectos da relação, e por vezes uma relação extraconjugal até poderá aumentar o desejo dele por si.

Contudo...

Tenha sempre presente que existem hipóteses do seu marido não a estar a trair. Pode ter desconfianças acerca de alguns dos comportamentos dele, mas em vez de serem sinais de estar a ter um caso, podem apenas ser sinais de outro problema qualquer. Conheça-se: se tem consciência que tem uma personalidade desconfiada ou que sofre de muitas inseguranças pessoais, reflectindo-as usualmente na relação, então poderá ver sinais de traição em tudo e mais alguma coisa, e tudo isso pode ser apenas devido à sua personalidade e não a factos reais. Tente sempre ver a grande perspectiva da realidade e antes de fazer acusações que poderão ser devastadoras para a relação, tente conversar com o seu parceiro e compreender algum comportamento que lhe tenha parecido estranho.

Verifique sempre se existe mais que um sinal de que o seu marido pode estar a traí-la, pois um sinal apenas, é muito pouco e apenas pode ser uma infeliz coincidência. Se tiver uma desconfiança desta natureza nunca o confronte, a não ser que tenha a certeza absoluta!

A sensação de desconfiança num casamento pode ser muito negativa para a relação, podendo mesmo destruí-la – por vezes apenas porque não existe comunicação entre o casal. Porém, manter-se numa situação de desconfiança contínua não é solução. Ninguém merece ser sujeito à mentira e à traição, e tem todo o direito de descobrir a verdade, todavia faça-o sempre de forma a não destruir a relação para o caso das suas suspeitas serem infundadas.

Média: 4.2 (154 votos)