Como fazer férias mais baratas

Torre Eiffel

Estamos em tempos de poupança e por vezes as férias têm de ser mais em conta. A verdade é que as férias fazem falta, pois são essenciais para se poder relaxar e até reavivar a chama amorosa. Se o dinheiro não abunda não têm de eliminar as férias da vossa vida, podem apenas usar alguns truques para passarem as férias em família sem ultrapassar o orçamento familiar. Assim sendo, como fazer férias sem gastar muito dinheiro? Ficam aqui algumas dicas.

Planear

As companhias de aviação têm de continuar a operar e normalmente oferecem preços de última hora muito atrativos. Claro que isto limita o planeamento com antecedência, e se pretendem planear uma viagem com antecedência então talvez o ideal seja recorrer a uma companhia de aviação low cost. Se optarem por viajar low cost, quanto mais cedo comprarem os bilhetes de avião mais baratos conseguem obter. Para estarem ao corrente do que se passa, inscrevam-se nas newsletters das companhias aéreas e recebam as promoções.

Façam vocês o trabalho

Se pretendem poupar a comissão das agências de viagens, então têm de colocar mãos à obra e começar a pesquisar na internet em todos os sites de viagens e companhias aéreas: comparar preços, pesquisar voos, anotar as escalas, encontrar hotéis, etc. – procurar os melhores preços de tudo o que é necessário a uma viagem. Se têm tempo disponível, então mãos à obra.

Não subestimem as agências de viagens

Ao dispensar os serviços das agências de viagens, por um lado pode-se poupar nas comissões destas, mas não convém descurar a sua consulta, pois estas oferecem pacotes de férias, especialmente para certos destinos mais turísticos, a preços que não são fáceis de obter se não forem desta forma. Por isso, nunca deixem de consultar as agências de viagens.

Pesquisem promoções nos sites dos hotéis

Comecem por fazer uma pesquisa de hotéis para a zona que pretendem viajar em sites como o Booking ou no Hotels para terem uma noção dos preços e dos hotéis disponíveis nessa área. Depois de fazerem uma seleção, visitem os sites dos próprios hotéis, porque a maioria deles têm promoções nas reservas feitas diretamente pela internet, mais acessíveis que os próprios sites de descontos de hotéis; especialmente se fizerem a reserva com bastante antecedência. Adicionalmente, se o hotel disponibilizar SPA, ou outro serviço que interesse, podem com antecedência reservar um pacote que inclua essa utilização com desconto.

Marcar as viagens

Normalmente, marcar as viagens com saída a uma quarta ou quinta é mais barato do que marcar a saída a uma sexta ou sábado. Se pretendem passar um fim de semana fora, o ideal será marcarem uma semana antes, usualmente à quinta, porque é quando as companhias aéreas começam a colocar os lugares de última hora. Se for um voo de longa duração ou de low cost, o ideal é mesmo marcar com a maior antecedência possível.

Evitem épocas altas

As épocas como o mês de Dezembro ou o Verão são péssimas para obter bons negócios em viagens e hotéis, porque a procura é grande. Se for possível, marquem as férias para alturas do ano como Maio ou Outubro, onde podem desfrutar de umas férias mais sossegadas com preços muito mais acessíveis, e com uma probabilidade de desfrutarem de preços muito melhores em tudo.

Pesquisem nas cadeias de hotéis internacionais

As cadeias de hotéis internacionais mais exclusivas são excelentes opções para fins de semana em conta, pois estão sempre a lançar promoções de fim de semana para encher os quartos vagos. Por vezes, algumas oferecem uma ou duas noites grátis na compra de um pacote de fim de semana, bem como o almoço ou outras atividades gratuitas.

Considerem alugar uma casa particular ou B&B

Como alternativa aos hotéis, existem os alugueres de casas particulares ou de bed and breakfast (B&B) onde se pode obter uma estadia a menor custo, porém, podem não ter as comodidades dos hotéis como a limpeza diária e/ou o pequeno-almoço. No caso do aluguer das casas particulares, implica o risco de terem de confiar na pessoa que aluga a casa. Normalmente, a opção de alugar casa particular está disponível em sites de alugueres específicos de casas, onde podem tentar guiar-se pelas reviews de outros hóspedes. Estas são opções mais em conta do que os hotéis. Por exemplo, para NY é uma boa opção alugar uma casa particular ao invés de um hotel, podendo poupar até 50% do valor de um hotel.

Considerem um cruzeiro

Os cruzeiros funcionam de forma semelhante aos hotéis/companhias de aviação. À última hora conseguem-se bilhetes muito mais baratos porque é necessário encher ao máximo o cruzeiro.

Considerem o carro

Uma viagem de férias não tem de implicar necessariamente uma viagem de avião, pode perfeitamente ser uma boa viagem de carro. Se planearem umas férias na casa de familiares mais próximos, ou apenas umas férias dentro do país, o carro pode ser uma forma de poupança. Porém, há que fazer as contas aos custos implícitos, com o combustível, custos com portagens, parques e desgaste do carro, porque às vezes compensa mais usar o avião.

Cortar os custos já à partida

Esqueçam a filosofia do “comprámos lá”. Tentem não necessitar de comprar nada no destino, e apenas desfrutá-lo. Todavia, têm de ter em conta que não podem usar uma mala grande para evitarem custos desnecessários no caso de viajarem em low cost. Levem também um pequeno snack como frutos secos ou barras energéticas, uma sanduíche simples, para não terem de comprar nada nos aeroportos ou no avião.

Poupar na alimentação

Há diversas alternativas e nem todas implicam comer indiscriminadamente fast food; uma delas é saberem previamente se o local para onde vão viajar tem uma escola de culinária, usualmente nestes locais as refeições são servidas a um preço simbólico, sendo também boas refeições. Pesquisem também em websites como TripAdvisor por locais para comer refeições boas e acessíveis. Desta forma sairão já com tudo planeado, e verão que pouparão bastante.

Levem o dinheiro contado

Só porque se está de férias tem-se a tendência de pensar que se pode gastar o que se quiser, porque afinal são férias. Se pretendem fazer férias em conta, evitem este comportamento. Façam um orçamento antes de irem de viagem, contem com alimentação, museus e transportes e uma margem de 10% para outras eventualidades e limitem-se a esse orçamento.

Média: 4.3 (13 votos)

Artigos relacionados

Se estão a planear ficar num hotel na Europa, em férias, ou não, saibam quais são os mais votados pelos viajantes em 2010. Segundo o maior website...
Olá a todas! Como algumas de vocês sabem, eu estudo e o meu marido ficou sem trabalho há pouco tempo. Metemos mãos à obra para traçar um plano e ate...
Boa tarde , alguém me sabe dizer sites de voos low cost? para alem da Ryanair nao conheço mais nenhum. obrigada, Catarina
Olá meninas, alguém me informa o que não se pode levar no avião? E o que pode ir ao pé de nós? Jinhos