Como escolher a melhor comida para o seu gato | A Nossa Vida

Como escolher a melhor comida para o seu gato

Todos os donos e cuidadores de gatos querem que os seus bichanos cresçam de uma forma saudável e vivam o máximo de tempo possível. Para que isso aconteça e independentemente das inúmeras opções de alimentação que há no mercado, é necessário que os animais de estimação tenham uma dieta de alta qualidade. Saiba como escolher a melhor comida para o seu gato e cuide da nutrição e do bem-estar do seu felino.

Analise os rótulos das embalagens

Comece por verificar os rótulos das embalagens das comidas para gatos para ver a composição dos alimentos que vão ser servidos. Se for anunciado apenas um único ingrediente, essa embalagem deverá conter 95% desse mesmo ingrediente, sem incluir água adicionada. Da mesma forma que se for anunciado uma combinação de alimentos (por exemplo peru com carne de vaca), essa combinação também deverá conter 95% desses ingredientes.
Por outro lado, as embalagens com frases descritivas (como por exemplo comida para jantar, lanche, entrada, entre outras) devem conter pelo menos 25% dos ingredientes indicados. Assim como os produtos que anunciam um sabor específico (sabor a frango ou sabor a carne de vaca, entre outros) devem conter apenas uma quantidade detetável desse ingrediente.

Verifique a proteína animal

Os gatos são seres carnívoros e precisam que a sua alimentação seja rica em proteína. Dessa forma, é fundamental que o seu gato tenha uma ração rica em carne (as melhores têm até 75% de carne) de modo a suprir as suas necessidades nutritivas e digestivas. A fonte animal pode ser sob a forma de carne de vaca, aves, frango, peru, peixe ou outras carnes.

Considere os grãos

Um tema controverso e que está diretamente relacionado com a comida para gatos é a utilização de grãos e de glúten na alimentação dos companheiros de quatro patas. Os grãos são usados em muitos alimentos para animais de estimação e fornecem muitos hidratos de carbono, o que é uma excelente fonte de energia para os gatos. No entanto, há quem prefira que os seus bichanos tenham uma dieta rica em proteínas e com baixos níveis de hidratos de carbono.

Experimente alimentos de conserva ou secos

Este é outro tema controverso, pois há quem defenda que os alimentos enlatados são mais saudáveis que os alimentos secos e vice-versa. Contudo, também há quem dê os dois tipos de alimentos aos seus bichanos para uma refeição mais completa e nutritiva. Os alimentos enlatados oferecem a vantagem de ter um teor de humidade mais elevado, o que pode ser importante para os gatos que não são atraídos a beber água prontamente.

Peça a ajuda do veterinário

Diferentes gatos exigem diferentes quantidades de alimentos e o seu gato de estimação não é exceção. Peça ao veterinário para fazer uma análise à condição física do seu pet sempre que ele realizar um exame. O veterinário levará em consideração aspetos como a raça, o peso, a idade, o pelo, o exercício físico que ele habitualmente faz, entre outros fatores. Por outro lado, o gato terá um plano alimentar especificamente adaptado às suas características e necessidades.
Determinar a condição física do seu gato é a melhor maneira de saber se o seu amigo de quatro patas está acima ou abaixo do peso ideal e se está a comer bem ou mal. Para alguns gatos, as diretrizes fornecidas nos rótulos dos alimentos são suficientes e exatas para uma nutrição completa. Para outros, pode ser necessário ajustar e elaborar um novo plano com a ajuda de um veterinário.

Leia também...